Skip to main content

Ultimas Notícias no Brasil

Filter

Liberação de crédito para prefeitura e empresas de Campinas triplica em 2024 e chega a R$ 17,2 milhões

Projetos contemplados por agência de fomento incluem setores de comércio e serviços, além da iniciativa…
G1G114 de junho de 20244 min

Menina baleada na Ilha do Governador voltava do balé quando foi atingida; estado é grave

Vizinhos contaram que houve um confronto entre policiais e criminosos. A menina baleada na Ilha…
G1G114 de junho de 20241 min

Acidente entre caminhão e dois carros mata 4 pessoas na BR-386, em Marques de Souza

Colisão frontal aconteceu na madrugada desta sexta-feira (14), de acordo com o Corpo de Bombeiros.…
G1G114 de junho de 20242 min

Astros sertanejos, montarias e mais: tudo o que você precisa saber sobre o último final de semana da Festa do Peão de Americana

Rodeio, um dos maiores do Brasil, será retomado nesta sexta-feira com shows de João Bosco…
G1G114 de junho de 20246 min

Chuvas no RS: é possível recuperar carros inundados?

Veja quais são as condições e o passo a passo para deixar seu automóvel em…
G1G114 de junho de 20249 min

Raphaela Santos homenageia Elba Ramalho em estreia no São João de Campina Grande

Com um vestido em alusão ao álbum “Alegria”, de Elba Ramalho gravado em 1982, Raphaela…
G1G114 de junho de 20249 min

É #FAKE que vídeo mostre tentativa de rapto de criança; trata-se de uma encenação

Imagens são uma encenação publicada em página que costuma divulgar falsos flagrantes de acidentes e…
G1G114 de junho de 20243 min

Sargento é agredido, rola no chão com suspeito e tem arma disparada 4 vezes durante cumprimento de mandado em MG

Caso aconteceu em Santo Antônio do Aventureiro. Militar ainda foi ameaçado pelo rapaz, já com…
G1G114 de junho de 20242 min

Limpeza geral do Aeroporto Salgado Filho deve ser concluída até domingo, diz Fraport

Data para reabertura do terminal depende de avaliação das condições da pista, que será concluída…
G1G114 de junho de 20244 min

Além de Eurípedes Jr. Veja outros brasileiros na lista da Interpol

Eurípedes Júnior (foto em destaque), presidente do Solidariedade e ex-Pros, entrou na lista vermelha da…
MetrópolesMetrópoles14 de junho de 20243 min

Com lábia afiada, mulher dá golpe de milhões em PMs, civis e bombeiros

Três inquéritos instaurados na Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), dezenas de vítimas e aproximadamente…
MetrópolesMetrópoles14 de junho de 20243 min

Sons de SP, da TV Globo, conta a origem da música sertaneja e sua evolução ao longo dos anos

Programa vai contar a história do ritmo musical através dos depoimentos de quem participou e…
G1G114 de junho de 20244 min

Feira do Livro solidária ajuda editoras atingidas pelas enchentes em Porto Alegre; veja programação

Além de oferecer atividades, a Feira do Livro Reconstrói RS será ponto de coleta de…
G1G114 de junho de 20244 min

O Assunto #1.235: A pior semana de Haddad no governo

Fernando Haddad, ministro da Fazenda, viu sua Medida Provisória que limitava o uso do crédito…
G1G114 de junho de 20243 min

Enem 2024: após prorrogação de prazo, inscrições terminam nesta sexta

Período foi ampliado para permitir que mais alunos participem do exame, especialmente aqueles do Rio…
G1G114 de junho de 20245 min

Homem que matou ex com chave de fenda é condenado a 37 anos de prisão

O feminicida que tirou a vida da ex-companheira com golpes de chave de fenda em…
MetrópolesMetrópoles13 de junho de 20242 min

Esposa de Durval Barbosa diz que ele teria tentado jogá-la de viaduto

Fernanda Gabriela de Jesus Souza, esposa do delegado aposentado da Polícia Civil do Distrito Federal…
MetrópolesMetrópoles13 de junho de 20243 min

Haddad e Tebet passarão pente-fino na revisão dos gastos públicos

Os ministros da Fazenda, Fernando Haddad, e Planejamento, Simone Tebet, decidiram que as duas pastas…
G1G113 de junho de 20241 min

Pai é preso suspeito de estuprar filha de 3 anos no interior do AM

Caso ocorreu em Alvarães. As investigações apontam que, possivelmente, há outros envolvidos no crime. 57ª…
G1G113 de junho de 20242 min

Esporte: Seu corpo em movimento

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Aenean commodo ligula eget dolor. Aenean massa. Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes.

Campo de Futebol

Breve legenda sobre o espaço.

Espaço para Luta

Breve legenda sobre o espaço.

Complexo de Piscinas

Breve legenda sobre o espaço.

Os melhores para nossos associados

Benefícios para você

Quer saber quais são todos os benefícios e vantagens de ser sócio Assefe?
Conheça nossos espaços

Seja sócio da Assefe: O melhor clube de brasília

O time campeão em 1972

O time campeão em 1972

1. Geraldo Brito, Administração; 2. Dr. Paulo Menezes, Serviço Médico; 3. Hélio Buani, diretor Industrial da Gráfica; 4. Vavá, Coordenação; 5. Melão,Melinho, Manutenção Industrial; 6. Juarez, convidado; 7. Érito, Chaveirinho, Paraguaio; 8. Manoel, goleiro, filho do Dr. Ary, dentista do Serviço Médico; 9. Sinézio, goleiro, Manutenção; 10. Eraldo, Impressão Tipográfica; 11. Eurípedes Maninho, Linotipo; 12. Ximenes, Fotolito; 13. César, convidado; 14. Luis Mendonça, mascote, filho do Luis do Trombone, porteiro da Gráfica; 15. Eduardo, Expedição; 16. Celino, convidado; 17. Dazinho, convidado; 18. Walmir, Administração; 19. Tião, Manutenção.

1. Geraldo Brito, Administração; 2. Dr. Paulo Menezes, Serviço Médico; 3. Hélio Buani, diretor Industrial da Gráfica; 4. Vavá, Coordenação; 5. Melão,Melinho, Manutenção Industrial; 6. Juarez, convidado; 7. Érito, Chaveirinho, Paraguaio; 8. Manoel, goleiro, filho do Dr. Ary, dentista do Serviço Médico; 9. Sinézio, goleiro, Manutenção; 10. Eraldo, Impressão Tipográfica; 11. Eurípedes Maninho, Linotipo; 12. Ximenes, Fotolito; 13. César, convidado; 14. Luis Mendonça, mascote, filho do Luis do Trombone, porteiro da Gráfica; 15. Eduardo, Expedição; 16. Celino, convidado; 17. Dazinho, convidado; 18. Walmir, Administração; 19. Tião, Manutenção.

Um passeio em Paquetá

Associação Atlética Senado Federal

Um passeio em Paquetá

Pelos idos dos anos 1950, os colegas do Senado, sócios da Associação Atlética Senado Federal – ô povo bom de se associar, esses funcionários do Senado – marcaram uma partida de futebol e passeio em Paquetá, ilha na baía de Guanabara. Quem nos faz o relato é Arnaldo Gomes, ex-diretor da Gráfica do Senado: “Foi o time dos funcionários do Senado, o mascote sou eu! à frente de meu pai João Aureliano (1). Reconheci o Velho Madruga (2), que era o presidente da associação, o Arnaldo da Contabilidade (6), o goleiro Darione (3), irmão do Nerione, Zezinho (4) de gorro, Diretor das Comissões e Luiz Monteiro (5) que também veio para Brasília e foi um inesquecível diretor Administrativo do Senado. A foto deve ser de 1950, quando os servidores do Senado foram jogar em Paquetá. Viajamos numa sexta, depois do expediente no Palácio Monroe e voltamos domingo à tarde para o Rio de Janeiro. Do resultado do jogo eu não lembro, mas foi uma diversão.”

Pelos idos dos anos 1950, os colegas do Senado, sócios da Associação Atlética Senado Federal – ô povo bom de se associar, esses funcionários do Senado – marcaram uma partida de futebol e passeio em Paquetá, ilha na baía de Guanabara. Quem nos faz o relato é Arnaldo Gomes, ex-diretor da Gráfica do Senado: “Foi o time dos funcionários do Senado, o mascote sou eu! à frente de meu pai João Aureliano (1). Reconheci o Velho Madruga (2), que era o presidente da associação, o Arnaldo da Contabilidade (6), o goleiro Darione (3), irmão do Nerione, Zezinho (4) de gorro, Diretor das Comissões e Luiz Monteiro (5) que também veio para Brasília e foi um inesquecível diretor Administrativo do Senado. A foto deve ser de 1950, quando os servidores do Senado foram jogar em Paquetá. Viajamos numa sexta, depois do expediente no Palácio Monroe e voltamos domingo à tarde para o Rio de Janeiro. Do resultado do jogo eu não lembro, mas foi uma diversão.”

Associação Atlética Serviço Gráfico

Associação Atlética Serviço Gráfico – AASG

Muito se fala do porquê do encerramento das atividades da associação do Serviço Gráfico. Há duas versões que explicariam o encerramento das atividades que levou, por consequência, ao fim do time de futebol.
Para Sinézio Justen da Silva, goleiro titular do time campeão de 1972, algumas regalias que eram dadas para os profissionais gráficos, atletas, criavam um certo mal- estar entre os servidores. “Por conta das partidas, os jogadores saíam antes de terminado o expediente para treinar e ainda havia a concentração que era feita nos hotéis do Setor Hoteleiro Norte, levando a que os outros colegas reclamassem do tratamento dado a quem atuava no time de futebol”, diz o mineiro de Juiz de Fora que havia chegado a Brasília pouco antes de passar a formar no time da Gráfica.
Há os que dão a explicação mais simples, dizendo que a Assefe passara a aceitar a filiação de servidores da Gráfica o que deixava com função menor a AASG o que poderia levar ao seu esvaziamento. Diante dessa possibilidade a associação foi extinta em 1973.

Muito se fala do porquê do encerramento das atividades da associação do Serviço Gráfico. Há duas versões que explicariam o encerramento das atividades que levou, por consequência, ao fim do time de futebol.
Para Sinézio Justen da Silva, goleiro titular do time campeão de 1972, algumas regalias que eram dadas para os profissionais gráficos, atletas, criavam um certo mal- estar entre os servidores. “Por conta das partidas, os jogadores saíam antes de terminado o expediente para treinar e ainda havia a concentração que era feita nos hotéis do Setor Hoteleiro Norte, levando a que os outros colegas reclamassem do tratamento dado a quem atuava no time de futebol”, diz o mineiro de Juiz de Fora que havia chegado a Brasília pouco antes de passar a formar no time da Gráfica.
Há os que dão a explicação mais simples, dizendo que a Assefe passara a aceitar a filiação de servidores da Gráfica o que deixava com função menor a AASG o que poderia levar ao seu esvaziamento. Diante dessa possibilidade a associação foi extinta em 1973.

Eraldo!

Eraldo!
Conheci Eraldo no início da década de 1990. Cearense, já não portava o corpo de um atleta de futebol da AASG que o técnico Rui Márcio colocava tanto no ataque – e era goleador – quanto na defesa. Sandália de couro, aquela que o nordestino incorpora como poucos ao uniforme do dia a dia, bom de conversa, ele me contava histórias de sua vida nos campos de futebol por Brasília. Se empolgava narrando suas atuações e me falando de nomes que se perderam na minha memória. Talvez minha memória não desse conta de que eu ouvia relatos que expressavam a cultura de um grupo profissional. Do tempo em que a impressão tipográfica tinha sua importância na Gráfica, Eraldo era exímio em sua função. Mas enquanto o braço da máquina subia e descia, ele tinha tempo para mostrar com o movimento de suas mãos o desenho de uma jogada.
Contava-me aos risos a atuação de seu irmão, lateral esquerdo, marcando Garrincha em um amistoso em Fortaleza. Irmãos, mãe, todos foram ao estádio assistir, mas o craque da família jogou só o primeiro tempo. Acabou substituído com o short rasgado pelo tanto de movimento que fazia na tentativa de marcar o 7 botafoguense. Ria solto lembrando dos gritos que dava para incentivar o irmão, “entra duro, não dê chance!”.
Um dia Eraldo pegou sua bolsa, recolheu seu jaleco azul de impressor e nunca mais nos vimos.
Deixou uma história de jogador, de impressor tipográfico, de bom colega.
Obrigado por todas as histórias.
Um abraço, Eraldo!
Conheci Eraldo no início da década de 1990. Cearense, já não portava o corpo de um atleta de futebol da AASG que o técnico Rui Márcio colocava tanto no ataque – e era goleador – quanto na defesa. Sandália de couro, aquela que o nordestino incorpora como poucos ao uniforme do dia a dia, bom de conversa, ele me contava histórias de sua vida nos campos de futebol por Brasília. Se empolgava narrando suas atuações e me falando de nomes que se perderam na minha memória. Talvez minha memória não desse conta de que eu ouvia relatos que expressavam a cultura de um grupo profissional. Do tempo em que a impressão tipográfica tinha sua importância na Gráfica, Eraldo era exímio em sua função. Mas enquanto o braço da máquina subia e descia, ele tinha tempo para mostrar com o movimento de suas mãos o desenho de uma jogada.
Contava-me aos risos a atuação de seu irmão, lateral esquerdo, marcando Garrincha em um amistoso em Fortaleza. Irmãos, mãe, todos foram ao estádio assistir, mas o craque da família jogou só o primeiro tempo. Acabou substituído com o short rasgado pelo tanto de movimento que fazia na tentativa de marcar o 7 botafoguense. Ria solto lembrando dos gritos que dava para incentivar o irmão, “entra duro, não dê chance!”.
Um dia Eraldo pegou sua bolsa, recolheu seu jaleco azul de impressor e nunca mais nos vimos.
Deixou uma história de jogador, de impressor tipográfico, de bom colega.
Obrigado por todas as histórias.
Um abraço, Eraldo!

Joberto Sant’ Anna

Presidente da Assefe